Onde está a areia? Ressaca deixa praias famosas de Florianópolis embaixo d'água

Publicado no dia 28 Novembro 2017

28.11.2017 -

Vista aérea do pequeno espaço de faixa de areia na praia de Canasvieiras, ao norte de Florianópolis, causado pela forte ressaca do mar.

n/d

Florianópolis tem praias de mar gelado e agitado, de águas mansas e quentes, cachoeiras escondidas por montanhas e trilhas pela mata atlântica. Mas a própria natureza pode prejudicar o turismo nesta temporada.

A ressaca do mar que perdura desde maio já afetou oito praias, reduzindo drasticamente a extensão da faixa de areia. A lista é composta por nomes bem conhecidos: Brava, Ingleses, Canasvieiras, Jurerê, Mole, Joaquina, Armação e Caldeirão.

n/d

Para dar uma ideia, no ano passado, a ressaca durou em torno de uma semana e, em 2010, quando a Defesa Civil registrou estragos, se prolongou apenas durante o mês de agosto.

O coordenador municipal da Defesa Civil, Luiz Eduardo Machado, disse que, analisando os últimos 40 anos de registros, não encontrou uma ressaca com tanta intensidade e durabilidade. "É algo inédito. Começou no final da primavera e ainda não parou", disse.

Muros destruídos em Ingleses

O fenômeno mudou a geografia da ilha. As águas avançaram com força, arrancando e contorcendo estruturas de concreto, derrubando construções e afetando a iluminação pública.

n/d

Segundo a Defesa Civil, durante duas madrugadas da semana passada, a ressaca causou danos no norte da ilha. Lá está situada a praia Brava, que ficou completamente submersa.

Também no norte, Canasvieiras e Ingleses, redutos de argentinos e uruguaios que aquecem a economia, perderam boa parte da faixa de areia. Fonte: UOL notícias

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Profecia de Nossa Senhora de La Salette, aparição na França em 1846, reconhecida pela Igreja em 1851.

"As estações serão mudadas, a terra não produzirá senão maus frutos, os astros perderão os seus movimentos regulares, a lua não refletirá senão uma luz avermelhada; a água e o fogo causarão ao globo terrestre movimentos convulsivos e horríveis terremotos, que farão tragar montanhas, cidades. Chegou o tempo. O sol se escurece; somente a fé viverá".

Diz na Sagrada Escritura:

"Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas". (São Lucas 21, 25)

"Naquele tempo, um estrondo, semelhante ao bramido do mar, retumbará contra ele. Quando olhar a terra, só verá trevas e angústia, e no céu se estenderão nuvens tenebrosas". (Isaías 5, 30)