Lilianne Ploumen, ex-ministra do Comércio Exterior da Holanda, uma pró-aborto, foi homenageada por Francisco, recebendo até medalha

Publicado no dia 13 Janeiro 2018

A Igreja de Francisco de mãos dadas com inimigos de Deus, rebeldes as suas Leis e Preceitos

13.01.2018 -

Lembrando que a Pontifícia Ordem Equestre de São Gregório Magno, foi criada em setembro de 1831, pelo Papa Gregório XVI. A honra da adesão à Ordem é conferida aos indivíduos por seu "serviço pessoal à Santa Sé e à Igreja Católica Romana, por meio de seus trabalhos incomuns, seu apoio à Santa Sé e seus excelentes exemplos apresentados em suas comunidades e seus países. (Aborto = excelente exemplo??)

n/d

Em 12 de janeiro, os  relatórios começaram a surgir no Twitter  que Lilianne Ploumen, ex-ministra do Comércio Exterior e Cooperação para o Desenvolvimento na Holanda, foi homenageada pelo Papa Francisco com o título de Comandante na Pontifícia Ordem Equestre de São Gregório Magno. 

O Instituto Lepanto conseguiu confirmar, a partir de uma transmissão de rádio holandesa, que Ploumen realmente recebeu a honra. Em um breve videoclipe promovendo a transmissão, Ploumen mostra a medalha ao dizer que ela recebeu do Papa.

Para dizer que Lilianne Ploumen é completamente "pro-aborto" é uma subavaliação extrema e nem se aproxima da realidade escandalosa de seu ativismo.

Em janeiro de 2017, depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, reintegrou a Política da Cidade do México, Ploumen lançou uma nova ONG chamada para fornecer montantes em massa de recursos para organizações que não receberiam mais fundos do governo dos EUA. A Política da Cidade do México nega automaticamente o financiamento dos EUA para organizações internacionais que realizam ou promovem o aborto.

n/d

Referindo-se à Política da Cidade do México como uma "Regra global da mordaça", Ploumen afirmou que a intenção era continuar a apoiar os programas existentes administrados por organizações como o Fundo das Nações Unidas para a População (UNPFA), a Federação Internacional Planejada e Marie Stopes International. Ela disse: "Estes são programas eficazes e eficazes: apoio direto, distribuição de preservativos, garantia de que as mulheres sejam acompanhadas no nascimento e garantir que o aborto seja seguro se não tiverem outra opção".

Em julho de 2017, o programa de Ploumen  havia arrecadado mais de US $ 300 milhões .

Em outubro de 2017, Ploumen escreveu um  artigo para o Financial Times, no qual afirmou enfaticamente, "as políticas regressivas dos Estados Unidos sobre o aborto são uma calamidade para os direitos das meninas e das mulheres que o resto do mundo deve contornar".

Ironicamente, apenas alguns dias atrás,  Ploumen foi premiado com o Prêmio Machiavelli  "por sua campanha para o fundo de aborto seguro".

Mas a atividade anti-católica de Ploumen não se restringe ao aborto. Em setembro de 2017,  Ploumen participou do Grupo Núcleo LGBTI das Nações Unidas. Ploumen observou que "os direitos LGBTI são direitos humanos".  Em suas  observações de abertura , ela disse:"Não podemos ser complacentes. Hoje em mais de 70 países, a homossexualidade ainda é criminalizada ... o estigma contra pessoas LGBT continua em todo o mundo".

A Pontifícia Ordem Equestre de São Gregório Magno foi criada em setembro de 1831 pelo Papa Gregório XVI. A honra da adesão à Ordem é conferida aos indivíduos por seu "serviço pessoal à Santa Sé e à Igreja Católica Romana, por meio de seus trabalhos incomuns, seu apoio à Santa Sé e seus excelentes exemplos apresentados em suas comunidades e seus países.

Resta saber o serviço oferecido pela Lilianne Ploumen para a Igreja Católica ou a Santa Sé, dado o seu firme apoio à homossexualidade, ao aborto e à contracepção. Dado que a única coisa em que Lilianne Ploumen é conhecida no ano passado é o estabelecimento de um fundo que fornece centenas de milhões de dólares a organizações que cometem aborto e dispensam contracepção, é difícil, senão impossível, separar seu recente Pontifício Honra deste ato doloroso e escandaloso.

Fonte: www.lifesitenews.com  (artigo traduzido)

===========================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Cumpre-se a profecia de Nossa Senhora do Bom Sucesso, em 1610, sobre os padres, bispos, cardeais e até mesmo um " (anti) papa", dar as "mãos" aos que se rebelaram contra as Leis e Preceitos do Altíssimo.

n/d

2 de fevereiro de 1610: "Tempos funestos sobrevirão, nos quais...aqueles que deveriam defender em justiça os direitos da Igreja, sem temor servil nem respeito humano, darão as mãos aos inimigos da Igreja (e de Deus) para fazer o que estes quiserem". (II, 98)

Em nossos dias, o Código de Direito Canônico (cânon 1398) : “Quem provoca o aborto, seguindo-se o seu efeito, incorre em excomunhão ‘latae sententiae’ ou seja pelo próprio fato de se cometer o delito nas condições previstas pelo Direito”.

Está também no Catecismo da Igreja Católica (nº 2272): “A cooperação formal para um aborto constitui falta grave. A Igreja sanciona com uma pena canônica de excomunhão este delito contra a vida humana".

Então, vamos lembrar: A cooperação formal para um aborto constitui falta grave. A Igreja sanciona com uma pena canônica de excomunhão este delito contra a vida humana.

Mas, na "nova Igreja" ecumênica e revolucionária de Francisco, estes abortistas assassinos, agora são chamados de "grande" personalidade de uma Nação.

“Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo”, são as palavras que Nossa Senhora profetizou em La Salette, na França, uma aparição reconhecida pela Igreja.

Disse São Gregório Magno: "A Igreja, nos últimos tempos, será espoliada da sua virtude. O espírito profético esconder-se-á, não mais terá a graça de curar, terá diminuta a graça da abstinência, o ensino esvair-se-á, reduzir-se-á – senão desaparecerá de todo o poder dos prodígios e dos milagres. Para o anticristo está se preparando um exército de sacerdotes apóstatas".

"À boca a trombeta! O inimigo precipita-se como uma águia sobre a casa do Senhor, porque violaram minha aliança e transgrediram minha lei". (Oséias 8, 1)