Lembrando que no Tempo do Anticristo, no Fim dos Tempos, tudo se arruinará, porque todos falarão de amor, mas já ninguém terá amor pelo próximo.

Publicado no dia 10 Março 2018

Algumas Profecias de Santos e Religiosos

10.03.2018 - Nota de www.rainhamaria.com.br

Artigo publicado no site em 13.09.2015

NO TEMPO DO ANTICRISTO...

n/d

=================================

São Nilo o Sinaita - Ano 300

"Depois do ano 1900, por meados do século XX, as pessoas se tornarão irreconhecíveis.

Quando se aproximar o tempo da vinda do Anticristo, a inteligência dos homens será obscurecida pelas paixões carnais: a degradação e o desregramento se acentuarão. E o mundo ficará irreconhecível. As pessoas mudarão de aparência, tornando-se impossível distinguir os homens das mulheres, por causa do descaramento em seu modo de vestir e da moda dos cabelos. Essas pessoas serão desumanas e como autênticos animais selvagens, devido às tentações do Anticristo.

Não mais se respeitarão os pais e as pessoas idosas. O amor desaparecerá.

E os pastores cristãos, bispos e padres, serão homens frívolos, completamente incapazes de distinguir entre o caminho da direita e o da esquerda.

Entre o Caminho de DEUS e do "mundo", com suas modas e novidades... que leva ao inferno.

n/d

Nesse tempo, as leis morais e as tradições dos cristãos e da Igreja mudarão. As pessoas já não praticarão a modéstia e reinará a dissipação!

A mentira e a cobiça atingirão grandes proporções, e infelizes daqueles que amontoarem as riquezas! A luxúria, o adultério, a homossexualidade, os atos ocultos e o assassínio serão regras da sociedade. Nesse tempo, devido ao poder de tão grandes crimes e de uma tal devassidão, as pessoas serão privadas da graça do Espírito Santo, recebida no Batismo, e nem sentirão remorsos.

As igrejas serão privadas de pastores piedosos e tementes a Deus, e infelizes dos cristãos que estiverem na terra nesses momentos! Perderão a fé, porque não haverá mais quem lhes mostre a luz da verdade. Afastar-se-ão do mundo, refugiando-se em lugares santos, na intenção de aliviar seus sofrimentos espirituais, mas só encontrarão obstáculos e contrariedades por toda a parte. Tudo isso se deverá ao fato de o Anticristo querer ser o senhor de todas as coisas e o mestre do universo. Ele realizará milagres e sinais inexplicáveis. Dará também ao homem uma sabedoria capaz de descobrir um modo pelo qual uma pessoa possa ter uma conversa com outra, de um canto ao outro da Terra. Nesse tempo, os homens voarão pelos ares como aves e descerão ao seio do oceano como peixes. E quando se encontrarem em tais circunstâncias, esses infelizes verão suas vidas rodeadas de conforto, sem saber que tudo não passa de um embuste de Satanás. Esse encherá a ciência de vaidade, a tal ponto que ela se afastará do caminho recto, levando as pessoas a perderam a fé na existência de Deus.

E Deus, infinitamente bom, vendo a decadência da raça humana, abreviará os dias, por amor ao pequeno número dos que deverão ser salvos, porque o inimigo desejaria arrastar até mesmo os eleitos a tentação, se tal fosse possível. Então a espada do castigo virá de repente e derrubará o Corruptor e seus servidores."

================

São Basílio de Kronstadt - Ano 1700

O homem ver-se-á rodeado de alimentos e de água, mas morrerá de fome e de sede, porque as plantas que crescerem e os frutos que amadurecerem serão veneno, como o próprio ar que respira porque será, nessa altura, o hálito de Satanás.

A Terra foi confiada ao homem a fim deste a guardar como um tesouro da criação. Pelo contrário, quando as máquinas voarem no céu como pássaros, o homem matará o homem com raios do Sol, ele será um trapo porco e esfarrapado.

O amor entre os homens não será mais do que uma palavra sem significado sobre a qual se farão mil floreados, na tentativa de descobrir os antigos valores. Quem possuir ainda o dom do amor será visto como um homem diferente, um sobrevivente de uma guerra travada por um povo de vista curta, contra o sentimento do amor.

Não faltará a fé da palavra, mas faltará a fé do coração e será uma grande confusão entre o que floresce pelos lábios e o que morre no coração.

Quando o Bispo de Roma tomar sobre si dois nomes, um império estará próximo de desmoronar: aquela blasfémia. Mas será loucura exultar de alegria, porque não será o fim mas o princípio das dores: o espectro sombrio da miséria voltará a pairar no céu como nuvem louca e a sua sombra cobrirá muitos povos. Faltará o pão também nos países ricos, as guerras rastejarão sobre a Terra como serpentes venenosas, tudo se arruinará, porque todos falarão de amor, mas já ninguém terá amor pelo próximo.

n/d

Os cristãos serão numerosos, mas terão esquecido as leis cristãs e a sua fé será de palavras.

======================

Venerável Isabel Canori Mora - Ano 1800

De repente eu vi o mundo em completa revolução, a ordem e a justiça não reinavam mais. Os sete pecados capitais pareciam ter chegado ao triunfo. Por todos os lados imperava a injustiça, a mentira, a libertinagem e toda sorte de iniquidades.

No dia da festa de São Pedro, em 1820, tive a seguinte visão: Todos os fiéis que haviam guardado em seu coração a fé em Jesus Cristo, assim como os religiosos e religiosas que conservavam fielmente o espírito de seu Instituto, se viam amparados debaixo de grandes árvores, amparados e livres de um horrível castigo. Porém, ai dos religiosos que não observam as regras. Ai, ai de todos os sacerdotes indignos do Deus Todo Poderoso! Ai dos sacerdotes que se entregam à libertinagem! Ai dos sacerdotes que se deixam levar ao máximo pela moderna filosofia, condenada pela Igreja. Estes miseráveis, por sua detestável conduta de negarem a fé em Jesus Cristo perecerão sob o braço exterminador da Justiça Divina, da qual nenhum escapará.

Repentinamente se levantou um vento impetuoso e violento, cujo silvo se parecia com o rugido de um leão. O terror e o espanto se espalharam entre os homens, e até mesmo entre os animais. Todos os homens que se rebelaram, foram mortos e despedaçados sem piedade. Durante este sangrento combate, a mão vingadora de Deus cairá sobre aqueles desgraçados, e em sua Onipotência castigará o orgulho e a temeridade dos mesmos. Ele se servirá do poder das trevas para exterminar estes homens sectários, que quiseram deitar a Igreja por terra e abalá-la até os fundamentos. Estes homens, em sua audaz malícia, pretendiam derrubar a Deus de seu trono Supremo, porém Ele se rirá deles, e a um sinal de sua mão poderosa castigará a estes pérfidos e blasfemos, permitindo que as potestades tenebrosas saiam do inferno, para executar a justiça.

Então legiões de demónios percorrerão o mundo inteiro. E pelas grandes ruínas que causarão, executarão as ordens da Divina Justiça. Todos atacarão e destruirão as famílias, as propriedades, as cidades, os povos, as casas, e nada será perdoado do que existe na terra, permitindo Deus que estes difamadores e mentirosos sejam castigados por terem acreditado nestes demónios, dando-lhes morte rápida e bárbara, porque voluntariamente se submeteram ao poder do inferno fazendo-se aliados contra a Justiça divina. A fim de que meu pobre espírito se compenetrasse bem deste sentimento de Justiça, Deus me mostrou uma prisão. Vi então abrir-se uma espantosa caverna de fogo, de onde saía uma multidão de demónios, que havendo tomado a forma de bestas, vinham a infestar o mundo, deixando por todos os lados apenas carniça e ruínas.

Felizes dos bons e verdadeiros católicos! Eles terão a seu favor a proteção dos Apóstolos Pedro e Paulo, que velarão sobre suas pessoas a fim de não lhes aconteça nenhum dano, nem aos seus bens nem a eles mesmos. Os maus espíritos devastarão todos os lugares onde Deus tenha sido ultrajado, blasfemado e tratado de maneira sacrílega. Estes lugares serão arruinados, aniquilados e deles não sobrará nem ruínas nem vestígios.

 ============================

Irmã Helena Aiello - 1950

Filha minha, veja o estado em que tem me deixado os pecados do mundo. O mundo está cheio de maldade, por obra da corrupção. Os governos dos povos se têm levantado como demónios em carne humana e enquanto falam de paz preparam a guerra, construindo armas devastadoras, destinadas a aniquilar povos e nações... O Mundo se entregou sem freio aos prazeres e se deixado levar para as mais horríveis perversões. O mau exemplo dos pais leva as famílias aos crimes e as infidelidades, em lugar de voltá-los para a virtude e a oração.... A família está manchada e destruída! Abusando do livre arbítrio os homens não mudam, e se atiram obstinadamente aos pecados. São severos os castigos e os flagelos que Deus enviará para fazê-los entrar na razão, mas os homens se tornam como bestas ferozes, e endurecem seu coração contra a graça de Deus.

O Mundo não merece mais o perdão e sim o fogo, a destruição e a morte. Os fiéis deverão fazer penitência e rezar muito para frear o castigo que eles não merecem, mas que está sendo retardado pela intervenção de Minha querida Mãe, e Mãe também de todos os homens. O flagelo está pronto para livrar a Terra do mal. A Justiça divina reclama satisfação por tantas ofensas e maldades, que são universalmente cometidas, o que é intolerável.

«Os homens ofendem demasiado o seu Deus. Se eu te mostrasse a quantidade de pecados que se cometem todos os dias, morrerias de dor.

Os tempos são graves. O mundo está totalmente perturbado porque se tornou pior que no tempo do dilúvio.

O materialismo avança e continua a sua marcha marcada pelo sangue e as lutas fratricidas. Há sinais evidentes e perigosos para a paz. O castigo passa sobre o mundo como a sombra duma nuvem ameaçadora, para mostrar aos homens que a justiça de Deus paira sobre a humanidade e que a potência da Mãe de Deus continua a demorar o eclodir da tempestade. Tudo está suspenso como por um fio: quando este fio romper, a justiça divina cairá sobre o mundo e será então a grande purificação. Todas as nações serão punidas porque inúmeros são os pecados que, tal como uma maré de imundices, recobriram a Terra. As forças do mal estão prestes a desenfrear-se em todos os lugares do mundo, com uma terrível violência. Resultará uma aflição inimaginável.

Há muito tempo que estou a avisar os homens, de várias formas, os governantes dos povos, advertindo-os das ameaças graves que pesam sobre eles; mas eles não querem reconhecer que, para evitar o castigo, é necessário fazer com que a sociedade volte a ter uma vida realmente cristã. Quão entristecido fica o Meu Coração ao ver que os homens já nem pensam mais num regresso para Deus! Mas o tempo está contado: o mundo inteiro será perturbado. Muito sangue será derramado: justos, inocentes, santos sacerdotes, e a própria Igreja sofrerá muito. O ódio atingirá o seu cúmulo.

«Satanás reina e triunfa sobre a Terra! Vê quantos almas caem no inferno. Vê como as chamas são altas e as almas que vão entrando como flocos de neve parecem brasas transparentes! Quantas faíscas! Quantos gritos de ódio e de desespero! Quanta dor! Vê quantas almas sacerdotais! Olha o sinal da sua consagração nas suas mãos diáfanas! (Na palma das suas mãos, vê-se o sinal da cruz, incandescente). Quanta tortura, minha filha, para o Meu Coração materno! Grande é a minha tristeza ao ver que os homens não mudam! A Justiça do Pai exige reparação, senão muitos perder-se-ão!»

«Quero que se saiba que o castigo está perto: um fogo nunca visto até hoje descerá sobre a Terra e grande parte da humanidade será destruída…Os que permanecerão encontrar-se-ão sob a proteção da misericórdia de Deus, enquanto que todos os que não querem arrepender-se das suas faltas perecerão num mar de fogo!...

=========================

São Gregório Magno - Ano 540

“A Igreja, nos últimos tempos, será espoliada da sua virtude. O espírito profético esconder-se-á, não mais terá a graça de curar, terá diminuta a graça da abstinência, o ensino esvair-se-á, reduzir-se-á, senão desaparecerá de todo o poder dos prodígios e dos milagres. Para o anticristo está se preparando um exército de sacerdotes apóstatas.”

=======================

São Francisco de Assis - Ano 1182

Tradução do livro “WORKS OF THE SERAPHIC FATHER ST. FRANCIS OF ASSISI” - Algumas Profecias do Santo Pai S. Francisco”, XIII, página 248.

Pouco antes da morte do Pai santo, ele convocou os seus Filhos e alertou-os sobre os problemas que haviam de vir, dizendo:

«Ajam com bravura, meus irmãos; ganhem coragem e confiem no Senhor. Em breve se aproxima o tempo no qual haverão grandes provas e aflições; perplexidades e discórdias, tanto espirituais como temporais, virão em abundância; a caridade de muitos esfriará, enquanto a malícia dos ímpios aumentará.

Nos tempos desta tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte.

Então escândalos se multiplicarão, a nossa Ordem será dividida, e muitas outras serão totalmente destruídas, porque consentirão o erro em vez de o combater.
Haverá uma tal diversidade de opiniões e cismas entre as pessoas, os religiosos e o clero, que, se aqueles dias não fossem abreviados, segundo as palavras do Evangelho, até os eleitos seriam levados ao erro, se não fossem guiados, no meio de tão grande confusão, pela imensa misericórdia de Deus.

Então a nossa Regra e nosso modo de vida serão violentamente combatidos por alguns, e provas terríveis cairão sobre nós. Os que permanecerem fiéis receberão a coroa da vida; mas ai dos que, confiando somente em sua Ordem, caírem em mornidão, pois não serão capazes de suportar as tentações permitidas como teste para os eleitos.

Os que perseverarem em seu fervor e mantiverem sua virtude com amor e zelo pela verdade sofrerão injúrias e perseguições como sendo rebeldes e cismáticos; pois os seus perseguidores, instigados por espíritos malignos, dirão que prestam um grande serviço a Deus, eliminando aqueles homens pestilentos da face da Terra; mas o Senhor será o refúgio dos aflitos, e salvará todos que Nele confiarem. E a fim de serem como o seu Mestre, estes, os eleitos, agirão com confiança e com sua morte obterão para si próprios a vida eterna; escolhendo obedecer a Deus e não aos homens, eles não temerão nada e preferirão perecer, do que aprovar a falsidade e a perfídia.

Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão aos pés e a negarão. A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Nosso Senhor Jesus Cristo lhes mandará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor».

Enviado pelo Frei Daniel.  -  www.rainhamaria.com.br

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Teus príncipes são rebeldes, cúmplices de ladrões. Todos eles amam as ofertas e andam atrás do proveito próprio; não fazem justiça ao órfão, e a causa da viúva não é evocada diante deles.

n/d

Por isso eis o que diz o Senhor, Deus dos exércitos, o Poderoso de Israel: Ah! eu tirarei satisfação de meus adversários, e me vingarei de meus inimigos. Voltarei contra ti a minha mão, e purificarei inteiramente as tuas escórias; e tirar-te-ei toda a impureza".  (Isaías 1, 23-25)

"Porque ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude. Compadecer-se-á do pobre e do aflito, e salvará as almas dos necessitados. Libertará as suas almas do engano e da violência, e precioso será o seu sangue aos olhos dele. O seu nome permanecerá eternamente; o seu nome se irá propagando de pais a filhos enquanto o sol durar, e os homens serão abençoados nele; todas as nações lhe chamarão bem-aventurado. Bendito seja o Senhor Deus, o Deus de Israel, que só ele faz maravilhas. E bendito seja para sempre o seu nome glorioso; e encha-se toda a terra da sua glória. Amém". (Salmos 7, 1-19)