São João Crisóstomo: "Nada há de mais frio do que um cristão despreocupado da salvação alheia"

Publicado no dia 14 Maio 2018

13.05.2018 -

n/d

Não podes aduzir como pretexto a tua pobreza econômica; acusar-te-á a velhinha que deu as suas moedas no Templo.  O próprio Pedro disse: 'Não tenho ouro nem prata' (At 3,6). E Paulo era tão pobre que muitas vezes passava fome e não tinha o necessário para viver.

Não podes pretex­tar a tua origem humilde; eles também eram pessoas humildes, de condi­ção modesta. Nem a ignorância te servirá de desculpa; todos eles eram ho­mens sem letras.

Sejas escravo ou fugitivo, podes cumprir o que depende de ti; assim foi Onósimo, e vê qual foi a sua vocação...

Não invoques a do­ença como pretexto, pois Timóteo estava submetido a frequentes indispo­sições. [...] Não há maneira de negar as propriedades das coisas naturais; o mesmo acontece com isto que agora afirmamos, pois está na natureza do cristão agir dessa forma [...].

É mais fácil o sol deixar de iluminar ou de aquecer do que um cristão deixar de dar luz; mais fácil do que isso seria que a luz fosse trevas.

Não digas que é impossível; impossível é o contrário [...]. Se orientarmos bem a nossa conduta, o resto sairá como consequência natural.  Não se pode ocultar a luz dos cristãos, não se pode ocultar uma lâmpada que brilha tanto.[...]

Não digas; não posso ajudá-los, porque, se és cristão de verdade, é impossível que não o possas fazer[...].

Cada um pode ser útil ao seu próximo, se quiser fazer o que está ao seu alcance".

(São João Crisóstomo, Homilia sobre os Atos dos Apóstolos 20).

Fonte: www.ecclesia.com.br  via  osegredodorosario.blogspot.com.br