Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alerta: Terceira Guerra Mundial pode ser o fim da civilização

Publicado no dia 11 Junho 2018

11.06.2018 -

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou sobre uma possível Terceira Guerra Mundial que pode levar ao fim da civilização, acusando os EUA de interromper o equilíbrio nuclear global.

n/d

Putin pediu que os EUA e a União Soviética voltassem à paridade estratégica, que impediu que a Guerra Fria esquentasse, segundo o The Week.

Em um longo programa de televisão, com duração de quatro horas e meia, o presidente russo abordou uma série de assuntos, desde o aumento dos preços da gasolina e a Copa do Mundo até a sua sucessão, acusando os EUA de romper o equilíbrio do poderio nuclear mundial.

Ao responder a um telespectador preocupado, Putin criticou a decisão dos EUA de se retirarem do tratado de mísseis antibalísticos da era soviética em 2002.

“O medo da destruição mutuamente assegurada sempre restringiu e forçou os poderes militares a se respeitarem uns aos outros”, disse, acrescentado que “a saída dos Estados Unidos do tratado foi uma tentativa de arruinar esse equilíbrio, mas nossos esforços no desenvolvimento de novas armas preservarão essa paridade”.

A ameaça levemente levantada tem como alvo o Ocidente e continua com a enorme demonstração de força militar iniciada no Dia da Vitória, que ocorreu no início deste ano na Praça Vermelha, em Moscou, durante o qual o mais recente equipamento militar russo foi apresentado com grande pompa: “a arma que garante o apocalipse“.

Relativamente às sanções impostas pelo Ocidente, que se seguiram à anexação da Crimeia em 2014, Putin se mostrou otimista, explicando: “está claro para nós que temos que defender nossos interesses e temos que fazer isso de forma consistente, e não grosseira ou rudemente, em ambos os casos da esfera da economia e da defesa”.

Questionado se as sanções “sem precedentes” poderiam levar à 3ª Guerra Mundial, Putin citou Einstein: “Eu não sei com que armas a 3ª Guerra será travada, mas a 4ª Guerra Mundial será travada com paus e pedras“.

O presidente russo acrescentou ainda que os interesses de qualquer país não devem ser protegidos “através de confrontos”.

Apesar das advertências sobre um grande conflito em escala global, o Business Insider diz que “talvez mais do que qualquer outro país, a Rússia tenha a capacidade nuclear de acabar com o mundo”.

n/d

Com as cerca de 7 mil armas nucleares que constituem o arsenal nuclear mais diversificado e destrutivo do mundo, “Putin pode decidir de forma unilateral embarcar em uma guerra que extermine a civilização”, informa o site de notícias.

Durante seu discurso anual sobre o estado do união que fez no início do ano, Putin se vangloriou da capacidade nuclear do seu país e parecia confirmar a existência de um dispositivo apocalíptico russo, que poderia tornar grandes partes do mundo inabitáveis ​​por décadas.

Visto em: Ciberia // ZAP

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

DISSE NOSSA SENHORA EM FÁTIMA, PORTUGAL, NO ANO DE 1917...

n/d

"Diga-lhes, Senhor Padre, que a Santíssima Virgem repetidas vezes nos disse, tanto aos meus primos Francisco e Jacinta como a mim, que várias nações desaparecerão da face da terra. Disse que a Rússia seria o instrumento do castigo do Céu para todo o mundo, se antes não conseguíssemos a conversão dessa pobre Nação". (Irmã Lúcia)

Irmã Lúcia morreu em 13 de fevereiro de 2005, enquanto seus primos faleceram ainda crianças e foram beatificados pelo Papa João Paulo II em 13 de maio de 2000.