O Catecismo pode ser mudado: O lobby LGBT (gay) confia em ser a próxima mudança na Doutrina da Igreja

Publicado no dia 05 Agosto 2018

05.08.2018 -

n/d

(Em 2015, o padre polonês, Krysztof Olaf Charamsa, membro da Congregação para a Doutrina da Fé, revelou sua homossexualidade para toda imprensa)

As perspectivas que abriu Francisco com alterações do Catecismo, no que se refere à pena de morte, revertendo a doutrina dos séculos passados, não escapou aos comentários dos "grupos católicos LGBT", que consideram  como prova que a doutrina da Igreja pode mudar.

"É importante para os católicos que defendem a igualdade LGBT tomar nota desta mudança, que durante décadas, os católicos que se opõem a igualdade LGBT, argumentaram que é impossível mudar a doutrina da Igreja", exulta New Ways Ministry, um grupo dedicado a abordagem da Igreja para homoheréticos, em seu site, após a alteração introduzida por Francisco no Catecismo, acrescentando que a Igreja teve de rever a sua posição doutrinária oficial em diversos temas, e continuará a fazê-lo .

E é difícil pensar em um grupo mais bem posicionado para pressionar uma nova mudança doutrinária que o 'lobby gay', cuja infiltração na hierarquia da igreja tornou-se especialmente evidente com os recentes escândalos de abuso sexual clerical nos Estados Unidos, Chile e Honduras e o encobrimento pelo alto clero, mas também pela proliferação de iniciativas eclesiais e personagens pro-LGBT consensuais e até mesmo promovidas pelos eclesiástcos em todos os lugares.

O filósofo polonês Andrzej Kobylinski, declarou em uma entrevista, para La Nuova Bussola quotidiana, que "a homossexualidade no clero já dividiu a igreja em dois". Kobylinski menciona estudos recentes, que revelam um "êxodo heterossexual do sacerdócio", e a controvérsia em torno da homossexualidade vai aumentar cada vez mais a desintegração do catolicismo".

Visto em: infovaticana.com  via  www.rainhamaria.com.br

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Não te deitarás com um homem, como se fosse mulher (ou mulher com mulher): isso é uma abominação". (Levítico, 18, 22)

"Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos". (I Coríntios 6, 9)

"Por minha vida - oráculo do Senhor Javé, não me comprazo com a morte do pecador, mas antes com a sua conversão, de modo que tenha a vida. Convertei-vos! Afastai-vos do mau caminho que seguis; por que haveis de perecer, ó casa de Israel". (Ezequiel 33, 11)

"Não digas: A misericórdia do Senhor é grande, ele terá piedade da multidão dos meus pecados, pois piedade e cólera são nele igualmente rápidas, e o seu furor visa aos pecadores". (Eclesiástico 5, 6-7)