Padre Lucas Prados: O fato de que vou contar é real e aconteceu na Segunda Guerra Mundial

Publicado no dia 07 Agosto 2018

06.08.2018 -

“Piloto por acidente”

n/d

Por Padre Lucas Prados

O fato de que vou contar é real e aconteceu na Segunda Guerra Mundial.

Um grande avião bombardeiro estava indo para a Alemanha a partir de uma das bases inglesas. Ele estava com um esquadrão quando os combatentes alemães os atacaram.

Uma rajada de metralhadora atravessou o avião de um lado para o outro, ferindo os dois pilotos e o radiotelegrafista. Apenas um soldado irlandês, um católico, que estava no avião como assistente, estava ileso.

O radiotelegrafista disse à base que lançariam as bombas no primeiro alvo e que voltariam para preparar as ambulâncias. Depois de meia hora, as bombas caíram, eles se voltaram para a Inglaterra.

Eles ainda tinham duas horas de vôo e os feridos estavam perdendo muito sangue. O segundo piloto desmaiou e o irlandês tirou-o do assento e o jogou na cabine. O piloto disse para ele se sentar na posição vazia.

- Eu não posso mais. Por favor, direcione você.

- Mas eu nunca toquei em um comando ...!

- Sente-se Eu vou te dizer.

- Dê mais gás ... Suba ...... Verifique o altímetro ... Estamos ficando muito baixos ...

E assim continuamente, enquanto ele orava e rezava para a Virgem. Finalmente, eles estavam na Inglaterra.

Você podia ver as luzes do aeródromo e ambulâncias que corriam ao longo da pista.

A voz do piloto dizia:

- Reduza o combustível ... abaixe o trem de pouso ... menos combustível ... incline os ailerons, mais, mais ...

O avião bateu levemente no chão e deslizou pela trilha de cimento. O soldado apertou os freios e o grande bombardeiro parou em poucos segundos.

Atordoado, o assistente levantou-se e saltou do assento para abrir a porta.

Dois médicos e três enfermeiras entraram no avião enquanto o soldado, nervoso, explicava a aventura e a excitação de ter guiado um avião de combate pela primeira vez.

Um médico apareceu na porta, desceu as escadas rapidamente, agarrou o soldado pelas lapelas e disse:

- Mas quem mandou o avião voltar?

- O piloto me chamou para o segundo assento e me disse o que eu deveria fazer a cada momento.

- Impossível!

- Bem, foi assim, doutor.

- Impossível O primeiro piloto já está frio, ele morreu há pelo menos uma hora e meia. O segundo piloto morreu antes. O radiotelegrafista também está morto ...

- Agora eu entendo - disse o irlandês, como se estivesse acordando de um sonho. Eu estava rezando para a Virgem e uma voz estava me dirigindo. Eu pensei que o piloto estava cansado, pois perdeu muito sangue e mal conseguia falar. Eu não tinha tempo para olhar, sempre havia algo novo para fazer. Mas aquela voz estava me dizendo.

E o soldado irlandês começou a chorar. Quando ele colocou as mãos no rosto, as contas do Rosário acariciaram suas bochechas. Então ele entendeu tudo.

*** *** ***

Quão importante é sermos devotados a Virgem Maria! Ela está sempre do nosso lado nos assistindo. Convide Maria para sempre estar com você! Ela é um dos maiores presentes que recebemos do Céu.

Visto em: adelantelafe.com  via  www.rainhamaria.com.br