Casal homossexual argentino, batiza seu "filho", nascido de mãe de aluguel, em plena Catedral de Buenos Aires

Publicado no dia 08 Agosto 2018

07.08.2018 -

n/d

Por María Ferraz

Eu não sei o que mais provas que queremos, para ver que a Igreja está tomada pelos inimigos de Deus, que exibem um comportamento escandaloso, espalhando publicamente que o grave pecado "sodomita" se encaixa na Igreja.

Um homossexual famoso e seu parceiro montaram o seu show particular, para chegar a todos os cantos da midia mundial. Neste caso, a criança batizada, vem de uma mãe de aluguel através de doador de esperma selecionado, quando a fertilização in vitro não se aceita moralmente, nem a união de dois homossexuais, que também querem celebrar com grande fanfarra, um batismo em uma Igreja. Quem é responsável pela catedral de Buenos Aires (Argentina) e permite tal aberração? 

Um novo escárnio da (Igreja) Noiva de Jesus Cristo, depois que Bergoglio nomeou bispo há alguns dias um homossexual ativo (todos sabem disto). É claro que eles querem para liderar a Igreja: a aceitação da sodomia O rico coreógrafo gay argentino Flavio Mendoza, de 43 anos, realizou um "show" batismal para seu bebê e sua mãe de aluguel, na Catedral de Buenos Aires.

Mendoza foi acompanhado por seu atual parceiro gay (foto), Daniel Allodi, 32 anos. O bebê nasceu em abril de uma mãe de aluguel contratada, um procedimento que custa até a $130.000. Mendoza realizou o evento gay na catedral com convidados proeminentes e imagens publicadas mais tarde, a Internet.

Visto em: religionlavozlibre.blogspot.com  via  www.rainhamaria.com.br