Arqueólogos fazem descoberta que pode esclarecer como Sodoma e Gomorra foram destruídas: Cratera com 4.000 anos indica que um grande

Publicado no dia 24 Novembro 2018

Impacto teria causado a destruição da área

24.11.2018 -

n/d

Durante a reunião anual das Escolas Americanas de Pesquisa Oriental em Denver, Colorado (EUA), o arqueólogo Phillip Silvia relatou, segundo reportou a revista Newsweek, as descobertas surpreendentes de escavações na área que acredita-se ser o local das cidades bíblicas de Sodoma e Gomorra.

O sítio arqueológico fica na região de Middle Ghor, no Vale do Jordão, onde viviam cerca de 65 mil pessoas naquela época. As pesquisas no local indicam a destruição por uma “poderosa onda de calor, vento e partículas minúsculas”.

n/d

Essa grande calamidade, ocorrida há uns 3,7 mil anos, deixou a região inabitável por séculos. Silvia, que comando uma equipe da Universidade Trinity Southwest, instituição cristã de ensino superior, argumenta que a civilização que habitava o lado oriental do mar Morto tenha sido destruída pela explosão de um meteorito na atmosfera.

Os arqueólogos acreditam que a explosão teria gerado grandes ondas de água supersalgada do mar Morto. Ela teia destruído “não apenas 100% das cidades da Idade do Bronze, mas também arrasou o solo agrícola das zonas outrora férteis”.

A explosão do meteorito a pouca altitude teria causado catástrofe que destruiu uma grande extinção do território, incluindo a cidade antiga de Alto el-Hammam, onde os pesquisadores vêm trabalhando há anos.

n/d

Exames de datação por radiocarbono revelaram que paredes de tijolos de argila desapareceram bruscamente na cidade, restando apenas seus fundamentos de pedra. Os cientistas calculam que foram destruídas pelo menos cinco cidades e mais pequenas aldeias em uma área de 25 quilômetros.

Além disso, a cerâmica superficial encontrada nas escavações derreteu ao ponto de se tornar vidro, indicando sua exposição a temperaturas muito altas. A catástrofe deixou a região inabitável por uns 700 anos, calculam os cientistas, que irão continuar escavando o local nos próximos meses.

De acordo com a Bíblia, as cidades antigas, foram destruídas por Deus por causa do comportamento pecaminoso de seu povo. O texto de Gênesis 19: 24 refere-se à destruição como uma chuva de “enxofre e fogo”, sem dar maiores detalhes de como isso ocorreu. Via: Gospel Prime

========================================

Sodoma e Gomorra teriam sido destruídas por impacto cósmico.

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

“Da mesma forma Sodoma, Gomorra e as cidades circunvizinhas, quepraticaram as mesmas impurezas e se entregaram a vícios contra a natureza, jazem lá como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Assim também estes homens, em seu louco desvario, contaminam igualmente a carne, desprezam a soberania e maldizem as glórias” (São Judas 1, 7-8).

"Destruirei tudo sobre a face de terra - oráculo do Senhor; farei perecer homens e animais, aves do céu e peixes do mar; exterminarei os ímpios com seus escândalos, farei desaparecer os homens da superfície do mundo - oráculo do Senhor. Estenderei a mão contra Judá, e contra os habitantes de Jerusalém, e exterminarei desse lugar tudo o que resta de Baal, até o nome de seus servos e de seus sacerdotes: os que se prostram nos terraços para adorar a imensidão dos astros; os que se prostram e fazem juramentos ora em nome do Senhor, ora em nome de seu deus; e também os que se desviam do Senhor, que não o buscam nem se preocupam com ele. Silêncio diante do Senhor Javé! Porque o dia do Senhor está próximo, o Senhor preparou um sacrifício, santificou os seus convidados. Seus bens serão entregues à pilhagem, suas moradas serão saqueadas. Edificarão casas, mas não as habitarão, plantarão vinhas, mas não beberão de seu vinho. Eis que se aproxima o grande dia do Senhor! Ele se aproxima rapidamente. Terrível é o ruído que faz o dia do Senhor; o mais forte soltará gritos de amargura nesse dia. Esse dia será um dia de ira, dia de angústia e de aflição, dia de ruína e de devastação; dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e de névoas espessas...

n/d

Dia de trombeta e de alarme, contra as cidades fortes e as torres elevadas. Mergulharei os homens na aflição, e eles andarão como cegos porque pecaram contra o Senhor...

n/d

Seu sangue será derramado como o pó, e suas entranhas como o lixo. Nem sua prata, nem seu ouro poderão salvá-los no dia da cólera do Senhor. Toda a terra será devorada pelo fogo de seu zelo, porque ele aniquilará de repente toda a população da terra". (Sofonias 1)

"Uma vez que recusastes o meu chamado e ninguém prestou atenção quando estendi a mão, uma vez que negligenciastes todos os meus conselhos e não destes ouvidos às minhas admoestações, também eu me rirei do vosso infortúnio e zombarei, quando vos sobrevier um terror, quando vier sobre vós um pânico, como furacão; quando se abater sobre vós a calamidade, como a tempestade...E quando caírem sobre vós tribulação e angústia. Então me chamarão, mas não responderei; procurar-me-ão, mas não atenderei. Porque detestam a ciência sem lhe antepor o temor do Senhor, porque repelem meus conselhos com desprezo às minhas exortações; comerão do fruto dos seus erros e se saciarão com seus planos, porque a apostasia dos tolos os mata e o desleixo dos insensatos os perde". (Provérbios 1, 24 - 33)