A Fé é verdadeiramente um dom e um tesouro! Um tesouro, porque quem a encontrou, encontrou Deus, encontrou o sentido da vida!

Publicado no dia 12 Maio 2019

12.05.2019 - Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Disse-lhes Jesus: Dei­xai vir a mim estas criancinhas e não as impeçais, porque o Reino dos Céus é para aqueles que se lhes assemelham" (São Mateus 19, 14).

n/d

================================================

A Força da Fé

A Fé é verdadeiramente um dom e um tesouro! Um dom, porque só Deus a pode conceder... Um tesouro, porque quem a encontrou, encontrou Deus, encontrou o sentido da vida, das alegrias e tristezas de cada dia, encontrou o Amor verdadeiro e o caminho para a Vida Eterna...

“Quando o Filho do Homem voltar, encontrará Fé sobre a terra?” (Lc 18, 8). Será que os cristãos deixaram de acreditar que as verdades que Jesus revelou são verdadeiramente libertadoras? Que Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida e que ninguém vai ao Pai senão por Ele? Que a oração e os Sacramentos são os meios da Graça? Que o pecado é a maior prisão que a alma pode encontrar?

As sociedades estão confusas acerca de tudo isto... uma grande força avança no mundo para deitar por terra os preceitos da moral católica e da lei natural, pretendendo que são limitadores e até inimigos da liberdade humana!… Mas, como respondeu Simão Pedro a Jesus, no momento em que muitos discípulos abandonaram o Mestre, por não aceitarem a Sua doutrina, e Ele lhes perguntou se também se queriam retirar: “Senhor, para quem havemos nós de ir? Tu tens palavras de vida eterna; e nós acreditamos e sabemos que és o Santo de Deus.” (Jo 6, 68-69)

Quem nos pode trazer a vitória sobre a cruz? A vitória sobre todos os pecados, misérias, prisões, egoísmos, erros? Sobre o sofrimento e a morte? Quem nos pode trazer essa vitória, senão Aquele que morreu por nós na cruz e ressuscitou ao Terceiro Dia? Aquele que venceu a morte e está vivo? Que, depois de ressuscitar, apareceu aos Apóstolos, a muitos discípulos e habitantes de Jerusalém? Que veio para nos dar a Vida e a Vida em abundância? Que passou fazendo o Bem e em Nome de Quem tantos deram a vida ao longo dos séculos em favor do bem e da salvação dos irmãos?

“Tudo começou a existir por meio d’Ele, e, sem Ele nada foi criado” (Jo 1, 3)

Em Seu nome, veio a Mãe de Deus à terra de Fátima prevenir-nos para o pecado dos homens e para os perigos daí consequentes: o inferno, as guerras, a destruição de nações, os erros da Rússia (o comunismo, as ideologias materialistas e ateístas), o martírio dos bons, o sofrimento dos Papas, ... Ela veio revestida do poder da Mulher do Apocalipse que vencerá o dragão infernal; poder sobre o Sol, que girou diante da multidão maravilhada, no milagre que Ela tinha anunciado...

Se queremos que o dragão do Apocalipse, a “serpente antiga”, o diabo e satanás, o mentiroso desde o princípio, não vença com os seus enganos (disfarçados de ideologias que afinal pretendem é esmagar a Verdade salvadora de Deus) a sociedade actual, não desprezemos os pedidos urgentes e amorosos da Mãe de Deus em Fátima:

Rezemos o Terço todos os dias!

Rezemos em Reparação ao Coração Imaculado de Maria!

Consagremo-nos ao Coração Imaculado de Maria!

Ofereçamos os nossos sofrimentos e sacrifícios a Jesus e Maria, pela salvação de todos.

“Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará.” (Nossa Senhora, em 13 de Julho de 1917)

E teremos nas nossas famílias e na sociedade a tranquilidade e a Paz que todos ansiamos... mas não sem antes realizarmos o que a Mãe do Céu nos pediu!

Terço Reparador por Portugal  - Via: senzapagare.blogspot.com

===========================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Nós, porém, sentimo-nos na obrigação de incessantemente dar graças a Deus a respeito de vós, irmãos queridos de Deus, porque desde o princípio vos escolheu Deus para vos dar a salvação, pela santificação do Espírito e pela fé na verdade. E pelo anúncio do nosso Evangelho vos chamou para tomardes parte na glória de nosso Senhor Jesus Cristo. Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa. Nosso Senhor Jesus Cristo e Deus, nosso Pai, que nos amou e nos deu consolação eterna e boa esperança pela sua graça, consolem os vossos corações e os confirmem para toda boa obra e palavra!" (II Tessalonicenses 2, 10 -16)

n/d

Declarou Santo Atanásio, Bispo de Alexandria, aos seus fiéis, onde lhes falou sobre a importância de permanecer dentro da Verdadeira fé e adesão à Tradição da Igreja: "Os católicos que permanecem leais à Tradição, ainda que reduzidos a um pequeno resto, são a verdadeira Igreja de Jesus Cristo".

* * *

Disse o zeloso Arcebispo Marcel Lefebvre: "Não é possível deixar de fazer uma escolha, mas esta escolha não é entre obediência e desobediência, mas o que nos propõe, o que expressamente nos convidam, porque nos perseguem, é uma obediência aparente. Eu diria que temos de escolher entre uma aparente obediência – pois o Santo Padre não pode, de forma alguma, pedir-nos que abandonemos nossa fé, que é algo absolutamente impossível – e a conservação da nossa fé. Pois bem, nós escolhemos não abandonar a nossa fé, porque nela não podemos errar. A Igreja não pode estar errada no que tem ensinado durante dois mil anos, e por esse motivo nos apegamos a essa Tradição que  tem se manifestado de forma admirável e definitiva. Temos de dizer “não” a esta onda de neo-modernismo e neo-protestantismo. Não se pode dizer que se escolhe uma parte, mas deixa a outra; isso não pode ser, porque tudo está relacionado. Por esta razão, nós escolhemos o que sempre foi ensinado e fechamos nossos ouvidos às novidades destruidoras da Igreja. E é por isso que não estamos no cisma, somos os continuadores da Igreja católica. São aqueles que fazem as novidades que estão no cisma.  Estou com vinte séculos de Igreja, e estou com todos os Santos do Céu!" (Retirado do livro La misa de siempre)

Diz na Sagrada Escritura:

"Pedro e os apóstolos replicaram: Importa obedecer antes a Deus do que aos homens" (Atos dos Apóstolos 5, 29).