O ex-político australiano, Bill Hayden, foi um ateu por toda a sua vida. Mas aos 85 anos, ele se voltou para Deus e se converteu ao cristianismo

Publicado no dia 09 Julho 2019

09.07.2019 -

n/d

Hayden foi criado por uma amorosa mãe católica e um violento pai que era ateu. A forte oposição de seu pai à religião teve uma influência muito grande sobre Hayden durante toda a sua vida.

Depois de atuar na marinha e na polícia australiana, Hayden iniciou sua carreira política junto ao Partido Trabalhista Australiano, de ideologia social-democrata. Entre 1989 e 1996, chegou a ser governador-geral da Austrália, exercendo poder executivo na Comunidade das Nações.

Hayden explicou que vários fatores contribuíram para seu ateísmo. “Meu pai era um ateu convicto. Noé e a Arca era uma história de pescador. Eles não saberiam como construir navios tão grandes e pegar um de cada criatura. Elas não conseguiriam cortar a madeira, tábuas enormes, e não saberiam como fazer chapas de aço. Eu não acreditava nisso”, contou ao programa Star of the World.

Sua antipatia pela igreja se fortaleceu após a morte de sua filha de 5 anos, Michaela, que foi atropelada enquanto voltava da escola dominical em 1966.

Hayden não encontrou consolo com o que ouvia. “As pessoas me diziam: Deus faz coisas que não podemos compreender e você não deve perguntar por quê. Ele fez isso por uma boa razão”, ele lembra.

Ele passou a ter uma compreensão maior sobre fé no período em que estabeleceu o sistema de saúde público da Austrália, o Medicare. Enquanto era pressionado pela responsabilidade de implantar o novo sistema, ele conheceu um pouco sobre o cristianismo através da administradora do Hospital Mater em Brisbane, a freira Angela Mary Doyle.

n/d

Hayden lembrou de ter uma conversa com sua esposa, Dallas, após lutar por algum tempo contra as suas mudanças. “Eu não sei se posso continuar fazendo isso. Eu disse a ela que queria mudar”, disse ele. “Foi uma grande reviravolta sair de onde estive por tantos anos e para o que passei a acreditar. Não foi fácil para mim mudar minha crença para a crença cristã”.

Quando perguntado sobre que conselho poderia dar a outros que estão considerando a conversão ao cristianismo, Hayden disse: “Se você está pensando sobre isso, o que eu vinha fazendo há algum tempo, pare de pensar — faça algo a respeito”.

n/d

“Eu me sinto melhor agora, no meu corpo e em minha mente”, acrescentou. “Eu sou parte da igreja e me sinto melhor por reconhecer que eu sou apenas mais um ser humano falível. Há apenas uma estrela em nossas vidas, é Jesus Cristo”, concluiu.

Visto em: guiame.com.br

===========================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Que vos parece? Um homem possui cem ovelhas: uma delas se desgarra. Não deixa ele as noventa e nove na montanha, para ir buscar aquela que se desgarrou?" (São Mateus 18, 12)

"Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido". (São Lucas 19,10)

"Que o teu amor alcance-me, Senhor, e a tua salvação, segundo a tua promessa". (Salmos 119, 41)

"Pois ele diz: Eu te ouvi no tempo favorável e te ajudei no dia da salvação (Is 49,8). Agora é o tempo favorável, agora é o dia da salvação". (II Coríntios 6,2)

"Perguntaram os ouvintes: Quem então poderá salvar-se?
Respondeu Jesus: O que é impossível aos homens é possível a Deus". (São Lucas 18, 26-27)