Quando os cientistas dizem que Sodoma e Gomorra foram destruídas pelo fogo do céu

Publicado no dia 22 Novembro 2019

21.11.2019 -

n/d

Por Steve Skojec 

Uma das coisas mais únicas sobre viver em nosso mundo ateu é o quanto o dogmatismo da idade das trevas está no coração dos tropos anti-cristãos populares.

É por isso que achei tão fascinante - e nem um pouco divertido - ler que os pesquisadores descobriram evidências de que Sodoma e Gomorra foram realmente varridas da face da terra por um meteoro tão intenso que o calor transformou cerâmica de barro, em vidro.

n/d

Segundo a  teoria , o meteoro explodiu em baixa altitude, com a força de uma "bomba atômica" de dez megatons a uma altitude de cerca de um quilômetro, sobre o canto nordeste do Mar Morto, e destruiu toda a civilização na planície circular de 25 quilômetros de largura, que constitui o "Middle Ghor".

Os pesquisadores  apresentaram  resultados sobre o assunto no encontro anual das Escolas Americanas de Pesquisa Oriental, em novembro, e vêm desenvolvendo a teoria desde pelo menos 2015. Eles afirmam que as evidências da datação por radiocarbono indicam que um grupo de civilizações floresceu na região. a área por mais de dois milênios, até aproximadamente 1700 aC, quando as paredes de tijolos de barro dos edifícios da região desapareceram simultaneamente e apenas as fundações de pedra permaneceram.

Ao mesmo tempo, a cerâmica nos assentamentos foi aquecida em vidro no espaço de milissegundos, de acordo com os resultados de uma análise dos cristais de zircão formados no processo, indicando que eles foram brevemente expostos a temperaturas de aproximadamente 4000 a 12000 graus Celsius, comparável à temperatura da superfície do sol.

A explosão fez chover tanto platina quanto lava na região, segundo dois arqueólogos, e isso confirma que um meteoro era a fonte, dado que a platina é encontrada em concentrações mais altas em meteoros do que na terra.

n/d

Aproximadamente 40.000 a 60.000 pessoas que vivem na região foram mortas, e uma área de 500 quilômetros quadrados ficou inabitável por 600 a 700 anos, estimam os pesquisadores. Eles acreditam que a área foi despojada de seu solo superficial, e que os sais do Mar Morto próximo foram espalhados pela terra, destruindo sua fertilidade.

Os assentamentos que foram aniquilados no evento incluem o local principal de escavação, “Tall el-Hammam”, que os arqueólogos acreditam ser a cidade de Sodoma, cuja destruição é relatada no Livro de Gênesis, capítulo 19. A data aproximada da aniquilação também coincide com o período de tempo correspondente ao evento em Gênesis, de acordo com arqueólogos.

Vai ser interessante ver o quão rápido as desculpas vêm para explicar isso.

Visto em: onepeterfive.com

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés. Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade". (São Mateus 10, 14-15)

"Também do mesmo modo como aconteceu nos dias de Lot. Os homens festejavam, compravam e vendiam, plantavam e edificavam. No dia em que Lot saiu de Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu, que exterminou todos eles. Assim será no dia em que se manifestar o Filho do Homem". (São Lucas 17, 28-30)

"Preparei uma armadilha para você, ó Babilônia, e você foi apanhada de surpresa; você foi achada e capturada porque se opôs ao Senhor...

n/d

Por isso os seus jovens vão cair nas praças e todos os seus guerreiros perecerão nesse dia - oráculo do Senhor. É contra ti que me volto, ó insolente - oráculo do Senhor Javé dos exércitos, chegou o teu dia, o tempo do teu castigo. Atordoar-se-á a insolente, e cairá sem que ninguém mais a levante. Lançar-lhe-ei fogo nas suas cidades, e tudo em volta será devorado. Acontecer-lhe-á como no tempo em que Deus destruiu Sodoma, Gomorra e as cidades vizinhas - oráculo do Senhor. Ninguém mais aí habitará, e nenhum ser humano a povoará". (Jeremias 50, 24, 30, 31, 40)

"Destruirei tudo sobre a face de terra - oráculo do Senhor; farei perecer homens e animais, aves do céu e peixes do mar; exterminarei os ímpios com seus escândalos, farei desaparecer os homens da superfície do mundo - oráculo do Senhor. Estenderei a mão contra Judá, e contra os habitantes de Jerusalém, e exterminarei desse lugar tudo o que resta de Baal, até o nome de seus servos e de seus sacerdotes: os que se prostram nos terraços para adorar a imensidão dos astros; os que se prostram e fazem juramentos ora em nome do Senhor, ora em nome de seu deus; e também os que se desviam do Senhor, que não o buscam nem se preocupam com ele. Silêncio diante do Senhor Javé! Porque o dia do Senhor está próximo, o Senhor preparou um sacrifício, santificou os seus convidados. Seus bens serão entregues à pilhagem, suas moradas serão saqueadas. Edificarão casas, mas não as habitarão, plantarão vinhas, mas não beberão de seu vinho. Eis que se aproxima o grande dia do Senhor! Ele se aproxima rapidamente. Terrível é o ruído que faz o dia do Senhor; o mais forte soltará gritos de amargura nesse dia. Esse dia será um dia de ira, dia de angústia e de aflição, dia de ruína e de devastação; dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e de névoas espessas...

n/d

Dia de trombeta e de alarme, contra as cidades fortes e as torres elevadas. Mergulharei os homens na aflição, e eles andarão como cegos porque pecaram contra o Senhor...

n/d

Seu sangue será derramado como o pó, e suas entranhas como o lixo. Nem sua prata, nem seu ouro poderão salvá-los no dia da cólera do Senhor. Toda a terra será devorada pelo fogo de seu zelo, porque ele aniquilará de repente toda a população da terra". (Sofonias 1)

Porque...

"Uma vez que recusastes o meu chamado e ninguém prestou atenção quando estendi a mão, uma vez que negligenciastes todos os meus conselhos e não destes ouvidos às minhas admoestações, também eu me rirei do vosso infortúnio e zombarei, quando vos sobrevier um terror, quando vier sobre vós um pânico, como furacão; quando se abater sobre vós a calamidade, como a tempestade...E quando caírem sobre vós tribulação e angústia. Então me chamarão, mas não responderei; procurar-me-ão, mas não atenderei. Porque detestam a ciência sem lhe antepor o temor do Senhor, porque repelem meus conselhos com desprezo às minhas exortações; comerão do fruto dos seus erros e se saciarão com seus planos, porque a apostasia dos tolos os mata e o desleixo dos insensatos os perde". (Provérbios 1, 24 - 33)